OrtoImagem - Centro de Ortopedia e Imagem - Tubarão/SC

Notícias

Rizartrose: a artrose do dedo polegar

13/02/2020O uso excessivo de equipamentos eletrônicos pode contribuir para desenvolvimento precoce da lesão

Rizartrose: a artrose do dedo polegar

No mundo atual, onde inúmeras atividades diárias são desenvolvidas através da tecnologia, muitas pessoas não estão atentas a importância de realizar atividades preventivas, como por exemplo, uma pausa durante a jornada de trabalho para alongar. Com o passar do tempo algumas lesões ortopédicas que poderiam surgir na velhice, acabam desenvolvendo precocemente, como a Rizartrose.

Esta lesão é a degeneração da articulação da base do polegar, mais especificamente entre o trapézio, osso do punho, e o primeiro metacarpo, osso do polegar. Muito da mobilidade do polegar depende dessa articulação.

O desenvolvimento da lesão ortopédica pode ser de causas primárias, como fatores degenerativos, genéticos e constitucionais, ou secundários, como fratura na base articular, as doenças reumatológicas e ainda sobrecarga na articulação ou esforço repetitivo.

Quem está mais propenso a desenvolver a rizartrose são as mulheres na pós – menopausa, além da idade com o desgaste natural da articulação, a história familiar e a movimentação intensa do polegar pode contribuir para manifestação precoce. Estudos recentes estão associando a lesão ao estilo de vida conectado a equipamentos eletrônicos com manuseio de celulares e teclados.

Segundo o ortopedista e traumatologista, especialista em cirurgia da mão, Dr. Romilton Crozetta da Cunha da Ortoimagem, inicialmente há apenas uma sinovite (inflamação) e o paciente apresenta dor no local que piora no movimento de pinça do polegar. Com a progressão da lesão a dor aumenta e gradativamente vai perdendo a mobilidade do mesmo. A pessoa sentirá dor ao pegar objeto entre o polegar e os dedos, principalmente os maiores ou quando tentar abrir uma porta ou rodar uma fechadura.

O diagnóstico da rizartrose é feito através de exame clínico e para confirmação é solicitado radiografias do polegar em três pontos.

Confirmada a lesão, o médico inicia o tratamento conservador, que consiste em repouso, imobilização provisória, anti-inflamatório, fisioterapia e infiltração. Não havendo evolução, indica-se procedimento cirúrgico que varia desde a reconstrução ligamentar, osteotomias, trapezectomia, artrodese e artroplastia. O tipo de cirurgia a ser realizada vai depender do estágio de destruição em que se encontra a articulação e das necessidades do paciente.

 

 

Últimas Notícias

Conheça a causas e as consequências das quedas em idosos
Conheça a causas e as consequências das quedas em idosos Com passar da idade o metabolismo corpóreo e ósseo sofrem alterações. 07/07/2020 Leia mais
Pubalgia: lesão atingi principalmente atletas
Pubalgia: lesão atingi principalmente atletas Dr. Luciano explica que entre os sintomas estão dor na parte inferior do abdômen que pode irradiar para parte de dentro das coxas. 27/05/2020 Leia mais

Como agendar sua consulta

Consulte a disponibilidade de nossos especialistas e agende uma consulta.


Contato telefônico

(48) 3631-1400 | (48) 3631-1401


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Na hora marcara, dirija-se a Ortoimagem. Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Não está incluso no valor da consulta os exames por imagem e procedimentos realizados na sala de gesso.


Meus Exames

Como agendar seu exame

Agenda seu exame com um de nossos colaboradores.


Contato telefônico

(48) 3631-1413 | (48) 3631-1433


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Horário diferenciado para realização dos exames de Ressonância Magnética

Segunda a sexta-feira

07:00 às 23:00 - sem fechar ao meio-dia


Meus Exames