OrtoImagem - Centro de Ortopedia e Imagem - Tubarão/SC

Notícias

Escoliose: lesão pode acometer na infância e na adolescência

09/04/2019A escoliose é uma deformidade da coluna vertebral de causa ainda desconhecida que pode se desenvolver na infância e na adolescência.

Escoliose: lesão pode acometer na infância e na adolescência

A escoliose é uma deformidade tridimensional da coluna vertebral de causa ainda desconhecida, caracterizada por um desvio no plano frontal maior que 10 graus e também inclui alterações no plano sagital e rotacional.

Segundo Dr. Martins Back Netto, ortopedista da Ortoimagem, em Tubarão, e especialista em cirurgias de coluna, existe algumas teorias que consideram o risco genético, anormalidade do desenvolvimento do sistema nervoso central, entretanto são somente teorias.

O ortopedista afirma que a escoliose geralmente não causa dor e este sintoma está mais relacionado ao cansaço. “O principal sinal desta patologia é a deformidade que na maioria das vezes é reconhecida pelos pais ou parentes. Com o paciente em pé, avaliamos por trás e pela frente o nivelamento dos ombros, a posição das escápulas e a forma da cintura”, diz

O diagnóstico da escoliose é feito através do histórico clinico do paciente, exame físico e neurológico e o desenvolvimento puberal também compõem a avaliação clinica. Para concluir o diagnóstico e constatar o grau da escoliose é realizada radiografia panorâmica da coluna vertebral.

Dr Martins explica que existe mais de um tipo de escoliose, mas a mais comum é a escoliose idiopática do adolescente que acomete mais nesta fase, onde ocorre um crescimento rápido. A incidência de casos fica em 2% dos adolescentes, considerando-se curvas de 10 graus ou mais, entretanto somente 5% destes casos progridem até 30 graus. A escoliose atinge meninos e meninas na mesma proporção quando a curva da coluna vertebral é de magnitude pequena. Já acima de 20 graus a incidência é de quatro meninas para um menino, e em curvas acima de 40 graus o número de casos é de oito meninas para um menino.

Dr. Martins explica que o tipo de tratamento adotado depende da fase do aparecimento, seja no nascimento, infância, adolescência ou vida adulta. O grau da deformidade também influencia. O ortopedista diz que para os pacientes com curvatura de até 20 graus realiza-se um tratamento expectante, observando a curva e orientando o paciente, geralmente este tipo de curvatura não apresenta progressão. Para casos de curvas de 20 a 40 graus durante a fase do crescimento podem ser utilizados coletes (órteses), com objetivo de conter a progressão da curva da escoliose. E para as curvas acima de 40 graus adota-se o tratamento cirúrgico para corrigir a escoliose e evitando assim a progresso.

Mas é importante ressaltar que para cada paciente existe um tratamento específico, por isso deve-se procurar um ortopedista para determinar a melhor forma de tratamento.
 

Francine Germano de Andrade

Jornalista (SC 4381 JP)

Relações Públicas/Marketing

Imagens da Notícia

  • Imagem

Últimas Notícias

Doença de Dupuytren: conheça as caraterísticas e como voltar a movimentar todos os dedos da mão
Doença de Dupuytren: conheça as caraterísticas e como voltar a movimentar todos os dedos da mão As pessoas mais propensas a desenvolver a patologia são as do sexo masculino, principalmente entre 40 a 60 anos. 06/08/2019 Leia mais
Dor nos membros superiores pode estar relacionado a problemas na coluna
Dor nos membros superiores pode estar relacionado a problemas na coluna Dependendo da raiz acometida a dor pode se irradiar por distintas partes no membro superior. 29/07/2019 Leia mais

Como agendar sua consulta

Consulte a disponibilidade de nossos especialistas e agende uma consulta.


Contato telefônico

(48) 3631-1400 | (48) 3631-1401


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Na hora marcara, dirija-se a Ortoimagem. Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Não está incluso no valor da consulta os exames por imagem e procedimentos realizados na sala de gesso.


Meus Exames

Como agendar seu exame

Agenda seu exame com um de nossos colaboradores.


Contato telefônico

(48) 3631-1413 | (48) 3631-1433


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Horário diferenciado para realização dos exames de Ressonância Magnética

Segunda a sexta-feira

07:00 às 23:00 - sem fechar ao meio-dia


Meus Exames