OrtoImagem - Centro de Ortopedia e Imagem - Tubarão/SC

Dr. Giovanni Benedet Camisão

Dr. Giovanni Benedet Camisão

Ortopedia e Traumatologia

Publicações

Escoliose: observação frequente dos pais pode contribuir para evitar futuras lesões posturais.

30/04/2019 Especialista diz que a lesão na Coluna Vertebral continua sendo a patologia que mais atinge crianças e adolescentes.

Escoliose: observação frequente dos pais pode contribuir para evitar futuras lesões posturais.

Muitos pais procuram por ajuda médica somente quando a criança desenvolveu uma doença ou existe alguma irregularidade na saúde do filho. Na ortopedia, por exemplo, existem algumas situações que podem ser evitadas se identificada ainda na infância e na adolescência. A observação frequente dos pais pode contribuir para evitar futuras lesões posturais, sejam elas em quadris, coluna, pés e joelhos.

Segundo o Ortopedista e Traumatologista Dr. Giovanni Benedet Camisão a lesão na Coluna Vertebral continua sendo a patologia que mais atinge crianças e adolescentes. “Essa lesão, conhecida como Escoliose é uma doença que deforma a coluna e necessita da interferência de um Ortopedista. Quando tratada na infância as chances de recuperação são maiores, pois é durante a juventude que os ossos estão atingindo a maturidade”, diz Dr. Giovanni.

A escoliose é um desvio da coluna vertebral que acontece ou para a direita ou esquerda, formando uma espécie de “S”. Dependendo de determinado grau provoca um incomodo forte.

De acordo com Dr.Giovanni existe a escoliose idiopática que na maioria das vezes é hereditária, sem causas definidas. Outro tipo de escoliose é a congênita, a mais comum, ela pode ser identificada logo que o bebê nasce. O Ortopedista esclarece que na pré-adolescência a escoliose congênita pode comprometer a criança em desenvolvimento, por isso o acompanhamento do especialista é fundamental.

O tratamento aplicado é diferente para cada criança. O mais comum é o uso de coletes que é um aparelho de contenção, que previne o aumento das curvas e promove o alinhamento da coluna.  Caso não apresente melhora é indicado o tratamento cirúrgico.

Para que os pais possam observar algumas anormalidades na coluna da criança, Dr. Giovanni instrui alguns métodos simples para ser feito em casa e deve ser repetido. Na dúvida agende uma consulta com o ortopedista infantil.

 

Procedimentos

  1. Coloque a criança em pé, de costas para você. Peça para ela juntar os pés e se inclinar para frente, com os braços soltos ao longo do corpo. Observe com atenção a regularidade dos dois lados das costas: ambos devem ter a mesma altura, tanto na lombar como na torácica. Se um dos lados for mais alto que o outro, a diferença pode ser indício de uma escoliose em formação. A criança com má formação congênita terá dificuldade em se inclinar para frente na posição indicada. 
  2. Ainda com a criança de pé, peça que estique os braços em sua direção e verifique se os membros superiores têm o mesmo comprimento e formato. Observe também se os ombros são iguais. 
  3.  Com a criança de pé, avalie a coluna na lateral, assim é possível ter uma visão geral da coluna, que deve ter leve formato em "s". Se existir alteração, será detectada de imediato. 
  4.  Deite a criança de bruços e peça para ela entrelaçar as mãos na altura da nuca. Levante suas pernas levemente para trás, imitando o movimento de uma gangorra. Assim, é possível verificar se a coluna está plana. Corcovas nas laterais podem ser sinal de cifose. 
  5. Ainda com a criança deitada, junte suas pernas e veja se são do mesmo comprimento. Veja também se os pés têm o mesmo tamanho e formato. 

 

Francine Germano de Andrade

Jornalista (SC 4381 JP)

Relações Públicas/Marketing

 

Últimas Publicações

Osteomielite pode atingir crianças e adultos
Osteomielite pode atingir crianças e adultos A patologia é uma infecção do osso causada por bactérias, fungos ou vírus que pode chegar aos ossos pela corrente sanguínea. 30/04/2019 Leia mais
Ortopedista explica que algumas deformidades podem surgir na quarta semana de gestação
Ortopedista explica que algumas deformidades podem surgir na quarta semana de gestação O tratamento das lesões congênitas deve ser realizado já nos primeiros dias de vida do bebê. 30/04/2019 Leia mais

Como agendar sua consulta

Consulte a disponibilidade de nossos especialistas e agende uma consulta.


Contato telefônico

(48) 3631-1400 | (48) 3631-1401


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Na hora marcara, dirija-se a Ortoimagem. Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Não está incluso no valor da consulta os exames por imagem e procedimentos realizados na sala de gesso.


Meus Exames

Como agendar seu exame

Agenda seu exame com um de nossos colaboradores.


Contato telefônico

(48) 3631-1413 | (48) 3631-1433


Nosso endereço

Rua Padre Bernado Freuser, 228 - Tubarão / SC


Horário de agendamento

08:00 às 18:00 - sem fechar ao meio-dia


Nossa equipe ficará feliz em recebê-lo(a).


Atenção!

Horário diferenciado para realização dos exames de Ressonância Magnética

Segunda a sexta-feira

07:00 às 23:00 - sem fechar ao meio-dia


Meus Exames